Campus - Parque cidade das abelhas: Memória, lazer e aprendizagem

Trabalho de conclusão de curso da arquiteta e urbanista Juliana Ribeiro Venturieri, premiado pelo CAU/SC, 2014.

Projeto de campus-parque da Universidade Federal de Santa Catarina onde fora a Cidade das Abelhas, em Florianópolis. Voltado à pesquisa e educação ambiental, mantendo a memória do local, aberto à comunidade com atrativos de parque.

Propõem-se a criação de lagos, passarelas em meio às árvores, laboratórios de pesquisa, espaços para ensino e eventos, e atrativos como trilhas ecológicas e locais de permanência.

Os elementos naturais existentes influenciaram fortemente no desenho. Os eucaliptos foram tomados como componente estruturador do projeto. A elevação de caminhos e edificações em relação ao solo, o uso da ventilação natural, e a incidência solar controlada, foram soluções em resposta a alta umidade e frequentes alagamentos.

A edificação escolhida para o projeto arquitetônico (nº 5 na planta) abriga desde salas de aulas, a laboratórios de aulas práticas, viveiro de plantas didático, oficina, ateliês e estares.

Uma arquitetura dinâmica que nos encontros e desencontros dos ângulos mesclam-se os espaços. Os Ateliês se soltam da estrutura, se elevando do chão por elementos cilíndricos desalinhados que se confundem com os troncos dos eucaliptos. A estrutura irregular triangulada do viveiro se transforma em elemento destaque na contraposição com as formas racionais e ortogonais das salas. E as passarelas conectam e geram caminhos alternativos.