Apesar da grande tecnologia disponível para os arquitetos, o desenho à mão, principalmente o croqui, ainda representa um elemento muito importante na hora de projetar. Rápido e prático, o croqui ainda é um método indispensável na concepção de um projeto.

croquis_arquitete_suas_ideias_08

Croqui do arquiteto Paulo Mendes da Rocha

croquis_arquitete_suas_ideias_10

Croqui da arquiteta Zaha Hadid

Embora tenha perdido um pouco de espaço como um meio de apresentação do projeto, afinal a grande preferência é por desenhos digitais que representam quase que fielmente a realidade, o desenho feito à mão não caiu em desuso. Usado como um meio de transmitir as ideias de maneira quase que instantânea, o croqui é um desenho considerado uma técnica de desenho rápido e descompromissada, que permite uma liberdade na expressão dos traços característicos de cada pessoa.

croquis_arquitete_suas_ideias_02

Croqui do arquiteto Sou Fujimoto

croquis_arquitete_suas_ideias_05

Croqui do arquiteto Tadao Ando

Muitos arquitetos possuem traços conhecidos. Oscar Niemeyer por exemplo, era famoso por seus desenhos rápidos e de linhas soltas. Frank Gehry também é bastante conhecido por representar suas obras complexas através de croquis. A seguir veremos alguns exemplos de croquis de arquitetos conhecidos.

croquis_arquitete_suas_ideias_01

Croqui do arquiteto Frank Gehry

croquis_arquitete_suas_ideias_09

Croqui do arquiteto Oscar Niemeyer

croquis_arquitete_suas_ideias_03

Croqui do arquiteto Daniel Libeskind

croquis_arquitete_suas_ideias_06

Croqui do arquiteto Santiago Calatrava

Mas será que o vamos deixar de usar o papel para projetar? Muito difícil, apesar das facilidades do computador, nada é mais livre do que um lápis e um papel em branco.

Fonte das imagens: Vitruvius  Archdaily  ArcoWeb