As casas flutuantes chegaram como uma alternativa para os lugares que sofrem com inundações, ou com a falta de espaço (na terra) para construir. Hoje em dia existe uma infinidade de exemplos de casas flutuantes, desde casas sustentáveis, mais simples e até mesmo residências superluxuosas. Essa tendência vem conquistando muitos adeptos ao redor do mundo, que buscam a tranquilidade de se viver sobre a água.

Um local muito conhecido por suas casas flutuantes é a Holanda. Em Amsterdã, por exemplo, há um bairro inteiro só desse tipo de moradia. É o caso do bairro de IJburg, um projeto ainda em desenvolvimento que pretende, quando concluído, abrigar 45 mil moradores, divididos em 18 mil casas! Todas as casas serão suportadas por tanques de concreto que ficarão submersos. O projeto, que é realizado pelo escritório Architectenbureau Marlies Rohmer, será construído em diversas ilhas artificiais localizadas no lago IJmeer e contará com toda uma estrutura de lojas, bares, escolas e restaurantes.

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_09

Bairro de IJburg em Amsterdã

Ainda em Amsterdã temos o exemplo dessa moderna casa projetada pelo escritório +31Architects. Também sustentada por blocos de concreto, essa charmosa moradia possui parte da estrutura toda submersa e uma fachada toda de vidro, que ganha um efeito interessante quando vista da água. A integração com o exterior se dá através de um terraço flutuante que caracteriza-se como uma extensão da casa, permitindo uma relação maior com o rio Amstel.

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_05

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_07

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_06

Saindo um pouco da Holanda temos um exemplo de Portugal. Esse exemplo, é um pouco diferente do demais. Trata-se de uma casa móvel e sustentável. Projetada pelo escritório Friday Sa, a residência possui uma largura fixa de 6 metros, podendo variar no comprimento de 10 a 18 metros. Pensada para pequenas viagens, conta com a ajuda de três motores de pequeno porte para se locomover pelas águas. Construída com materiais leves e com tecnologia de baixo impacto, a habitação dispõe de uma pequena estação de tratamento para águas cinzas e é autossuficiente, ou seja, produz cerca de 80% da sua necessidade energética anual.

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_01

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_03

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_02 casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_04

No Brasil, as casas flutuantes são comuns na região norte, como na Amazônia, por exemplo, onde há inclusive um hotel com a estrutura toda nas águas do Rio Negro.

casas_flutuantes_arquitete_suas_ideias_10

Hotel na Amazônia

Fonte texto: Blog AeC Web  Hypeness  Archdaily Archdaily Hometeka

Fonte Imagens: Archdaily Archdaily Hometeka