Morar em uma casa com menos de 30m² parecia ser uma ideia inviável há algum tempo atrás. Mas, em alguns países viver em espaço reduzido já é uma realidade. Com o grande crescimento das cidades, e a grande demanda por habitação, cada vez mais nos deparamos com apartamentos e casas menores. Em muitos países, os grandes espaços vão dando lugar a uma nova tendência: as micro casas.

Para quem olha de fora pode parecer impossível a ideia de viver em um espaço tão reduzido. Contudo, as micro casas podem esconder um interior surpreendente. As soluções encontradas para ganhar espaço são verdadeiros exemplos de criatividade. Em uma pequena casa há espaço para sala, quarto, cozinha e banheiro. E tudo isso sem abrir mão do conforto. Aliás, muitas pessoas buscam justamente esse aspecto nas micro casas: conforto e praticidade.

O movimento das casas mínimas já está conseguindo muitos adeptos ao redor do mundo. No Japão, essa já é uma realidade faz tempo. Talvez mais pela necessidade do que pela tendência. A escassez de terrenos e habitação não trazem mais alternativas se não a construção mínima. Porém, em outros lugares do mundo como nos Estados Unidos, as micro casas tornaram-se uma alternativa para aquelas pessoas que simpatizam com o conceito de “viver com menos”. Em São Paulo aos poucos vão surgindo exemplos de apartamentos mínimos, destinados aos solteiros e outros como os apartamentos Studios.

Esse exemplo de São Paulo possui uma área total de 19 m² e tem previsão para ser inaugurado nesse ano. Todas as unidades já foram vendidas. Com o conceito de apartamento para solteiro, essa habitação mínima traz conforto, praticidade e criatividade no aproveitamento dos espaços. As estratégias de design incluem um quarto que se transforma em sala, bancada da cozinha que vira uma escrivaninha, entre outros.

micro_casas_arquitete_suas_ideias_05 micro_casas_arquitete_suas_ideias_07  micro_casas_arquitete_suas_ideias_09micro_casas_arquitete_suas_ideias_06

Já essa casa de apenas 26 m² em Tóquio é um exemplo de aproveitamento de espaço. Além de possuir uma arquitetura interessante, a Tsubomi House é um verdadeiro desafio de design interior. Dividida em sete níveis, essa casa no Japão busca um aproveitamento voltado para a verticalidade.

micro_casas_arquitete_suas_ideias_20 micro_casas_arquitete_suas_ideias_21

micro_casas_arquitete_suas_ideias_04 micro_casas_arquitete_suas_ideias_02

Outros exemplos interessantes são a micro casa flutuante de 36m² em Praga e a micro casa sob rodas de uma jovem família búlgaria:

micro_casas_arquitete_suas_ideias_10 micro_casas_arquitete_suas_ideias_011 micro_casas_arquitete_suas_ideias_12

micro_casas_arquitete_suas_ideias_14

micro_casas_arquitete_suas_ideias_15micro_casas_arquitete_suas_ideias_1705

Quer ver mais exemplos? Então conheças as casas cubo japonesas.

Fonte texto: Casa Abril   Micro casa

Fonte imagens: Micro Casa  Archdaily Casa Abril