O que você pode fazer com mais de 1 milhão de tijolos feitos a base de garrafas PET? Confira!

Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_07

O Ecoark foi projetado pelo arquiteto Arthur Huang e inaugurado em 2010 no Taiwan. Pensado para ser um grande pavilhão de 2186 metros quadrados, o edifício de 28 metros abriga uma estrutura com anfiteatro, sala de exposições e espaço para museu. Para ergue-lo foram utilizados 1,5 milhão de tijolos feitos à base de garrafa PET, conhecidos como polli-bricks. Os polli-bricks foram encaixados em uma malha metálica formando uma estrutura que pode ser desmontada e transportada para outro local.

Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_02Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_05

Os Polli-Bricks são tijolos feitos de garrafa PET reciclada revestidos com uma substância não inflamável. Possuem uma forma moldada que permite que sejam encaixados um no outro, formando assim uma estrutura modulada que se assemelha a uma colmeia. As garrafas que compõem os módulos são fechadas, permitindo que ar dentro delas atue como um isolante térmico. Além de proporcionar esse conforto térmico no ambiente interno, o material plástico dos tijolos permite a passagem de luz natural, diminuindo a necessidade de iluminação artificial no interior do pavilhão. Essa estrutura é capaz de suportar fenômenos naturais como os terremotos e furacões.

Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_01 Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_04 Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_06

Toda essa eficiência foi reconhecida com o selo LEED platinum, considerado o maior em termos ambientais. Além da utilização desses tijolos, o edifício conta com a captação da água da chuva para resfriamento e placas solares.

Ecoark_polli_brick_arquitete_suas_ideias_03

Fonte texto: Sustentarqui  Lbrx Ambiental  Ciclo Vivo

Fonte imagens: Detail   Sustentarqui  Ciclo Vivo  Lbrx Ambiental  Mini Wiz

Diga o que você achou nos comentários!